sexta-feira, 30 de dezembro de 2005

Feliz Ano Novo!

Olá minhas vacas!! Só quero desejar um ano de 2006 excelente, repleto de felicidade e boas surpresas. E já agora, uma passagem de ano com muitos copos, gargalhadas e boa disposição! Divirtam-se!!! Saudações bovinas*

Vaidade e Vanglória

Era uma linda invenção de Esopo a do moscardo que, sentado no eixo da roda, dizia: «Quanta poeira faço levantar!» Assim há muitas pessoas vãs que quando um negócio marcha por si ou vai sendo movido por agentes mais importantes, desde que estejam relacionados com ele por um só pormenor, imaginam que são eles quem conduz tudo: os que têm que ser facciosos, porque toda a vaidade assenta em comparações. Têm de ser necessariamente violentos, para fazerem valer as suas jactâncias. Não podem guardar segredo, e por isso não são úteis para ninguém, mas confirmam o provérbio francês: Beaucoup de bruit, peu de fruit. Este defeito não é, porém, sem utilidade para os negócios políticos: onde houver uma opinião ou uma fama a propagar, seja de virtude seja de grandeza, esses homens são óptimos trombeteiros.
(...) A vaidade ajuda a perpetuar a memória dos homens, e a virtude nunca foi considerada pela natureza humana como digna de receber mais do que um prémio de segunda mão. A glõria de Cícero, de Séneca, de Plínio o Moço, não teria durado tanto tempo se eles não fossem de algum modo vaidosos; a vaidade é como o verniz, que não só faz brilhar, mas também durar, as madeiras.
(...) As desculpas, as reservas, a própria modéstia, bem reguladas, não são senão artes de ostentação; e entre estas artes não há melhor do que aquela de que Plínio falou, e que consiste em ser liberal de louvores e de elogios para com os outros, sobre os pontos em que cada qual possui alguma perfeição. Plínio disse-o muito lindamente: «Ao louvardes outrem, prestareis justiça a vós próprios; porque aquele que louvais ou é superior ou é inferior a vós, quanto ao objecto do elogio; se ele é inferior, mas digno de ser louvado, vós mais dignos sois, se ele é superior, e indigno de ser louvado, menos indignos sois vós». Os vaidosos são o escárnio dos homens sábios, a admiração dos tolos, os ídolos dos parentes, os escravos das suas próprias jactâncias.

Francis Bacon
, in 'Da Vanglória' - via Citador
Bom Ano e boas reflexões!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2005

Boas Festas

Num ano cheio de tragédias gregas aqui vão votos de FELIZ NATAL e próspero ANO NOVO a todos os leitores e colaboradoras destes blog!! Suas GANDAS VACAS!!!!

Vou de viagem e só regresso no ano novo e lá para os lados das minhas queridas sobrinhas a internet é escassa, por isso a todos BOAS FESTAS e um ano novo cheio de bloguisses!!!

Jinhos

domingo, 18 de dezembro de 2005

Europa, aí vão eles! ;)

Um grupo de alunos do 12º ano da EsMA (Escola Secundária Dr Manuel de Arriaga, da Horta) ganhou o emiciclo - traduz-se, em linguagem leiga, por ser o concurso das escolas secundárias sobre o Parlamento. Assim, em Fevereiro, rumam a Estrasburgo, direitinhos ao Parlamento Europeu! FORÇA e não nos deixem ficar mal!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

www.dalailama.com

Dalai muito à frente...!

Quem fala assim, não é gago!

Prémio Nobel Literatura 2005 - Excertos noticia CNN

Nobel literature laureate Harold Pinter has slammed U.S. President George W. Bush and British Prime Minister Tony Blair in a harsh award lecture, saying they should be prosecuted for the invasion of Iraq.
"The invasion of Iraq was a bandit act, an act of blatant state terrorism, demonstrating absolute contempt for the concept of international law," said Pinter, known for his outspoken criticism of U.S. foreign policy.

In his lecture, which focused more on politics than literature, Pinter launched a ferocious tirade against Bush and Blair, saying they were responsible for tens of thousands of deaths in the Iraq war.
"How many people do you have to kill before you qualify to be described as a mass murderer and a war criminal? One hundred thousand?" he asked, in a hoarse voice.

"We have brought torture, cluster bombs, depleted uranium, innumerable acts of random murder, misery, degradation and death to the Iraqi people and call it 'bringing freedom and democracy to the Middle East,"' Pinter said.

Pinter accused the United States of supporting "every right wing military dictatorship in the world" after World War II, from Chile to the Philippines.

"The crimes of the United States have been systematic, constant, vicious, remorseless, but very few people have actually talked about them," he said. "It has exercised a quite clinical manipulation of power worldwide while masquerading as a force for universal good. It's a brilliant, even witty, highly successful act of hypnosis."

Pinter said the U.S. "also has its own bleating little lamb tagging behind it on a lead, the pathetic and supine Great Britain."

He said both Bush and Blair deserve to be arraigned by the Hague, Netherlands-based International Criminal Court.

The U.S. has not ratified the court, but Britain has, Pinter noted, urging court officials to come look for Blair at his home.
"We can let the Court have his address if they're interested. It is Number 10, Downing Street, London," he said.
Pinter sofre de cancro na garganta, está neste momento em tratamento de radioterapia e mesmo assim fala mais do que muitos!!!!

Não há menino Jesus que nos valha

KADHAFI perguntou a Deus: como será a Líbia daqui a 4 anos?

Deus respondeu: estará destruída por inúmeros bombardeamentos americanos.

KADHAFI sentou-se no chão e chorou.

BUSH perguntou a Deus: Como serão os EUA daqui a 4 anos?

Deus respondeu: estará tudo contaminado por inúmeros ataques de armasbiológicas de Bin Laden.

BUSH sentou-se no chão e chorou.

JOSÉ SÓCRATES perguntou a Deus: Como será PORTUGAL daqui a 4 anos, depois do meu governo?

Deus sentou-se no chão e chorou...

terça-feira, 13 de dezembro de 2005

Café Cine-Teatro II

É só para vos dar conhecimento do sucesso que foi a inauguração deste novo espaço. No sábado houve um interessante recital de poesia. Sugiro que passem por lá e apreciem os pormenores: desde os marcadores de livros, as ementas-agendas, os aventais (obra da D. Alice), bem como a enorme variedade de livros, revistas e jornais que lá estam para folhear à vontade. Enquanto fazem isso bebam um chá de maçã-canela, acompanhado de um queque de chocolate, por exemplo.
Horário de funcionamento: Segunda-Feira a Domingo08:00 às 2:00
Os conctatos são os seguintes:
Blog: cine-teatro.blogspot.com
E-mail: cafe.cineteatro@gmail.com
Morada: Alameda Barão de Roches, n.º31, 9900-014 Horta

sexta-feira, 9 de dezembro de 2005

Parabens Gado Bravissímo

Já que não atendes o telefone....lá por fazeres 30 aninhos não tens que te armar em cara, SIM!!!!!

Aqui vão os votos de muitos parabens e que se repita por muitos e bons anos!!

A geração de 75 é como o vinho do porto e o Robert Redford, ficamos melhor com os anos.

BJS

Parabéns à Gado Bravo

Parabéns à minha geminha que hoje faz anos!!! Que contes muitos, sempre com boa disposição!!! Beijinhos!!!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2005

Bar do Teatro Faialense

Reabre no próximo dia 10, o Bar do Teatro Faialense com nova gerência - Paulo Peixoto. O novo gerente promete algumas novidades, pretendendo ser um bar alternativo para quem aprecia cultura. Haverá projecção de filmes, bem como exposições e afins. Para além disso, terá algumas novidades a nível de doçaria confeccionadas pela D. Alice, com uma mãozinha da sua filha. Há por aí quem conheça os dotes culinários desta dupla! A acompanhar os respectivos doces também haverá uma gama bastante vasta de chás e mais tarde umas compotas artesanais do Norte do país. Esta 1ª quinzena será dedicada a David Mourão Ferreira e a 1ª de Janeiro a Mário Sá Carneiro. Também haverá um blog, que posteriormente será divulgado. Passem por lá e dêem uma forçazinha!

Parabéns Susebrava!


Image hosted by Photobucket.com

Muitos parabéns e muitos abraços! Tudo de bom para ti geminha :)

Até breve.

domingo, 4 de dezembro de 2005

Amigos

"Escolho os meus amigos, não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero o meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho os meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também a sua maior alegria.
O amigo que não ri junto não sabe sofrer junto. Os meus amigos são todos assim: metade loucura, metade seriedade. Não quero risos previsíveis nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade a sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não se esqueçam o valor do vento no rosto e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois vendo-os loucos e santos, tolos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que normalidade é uma ilusão imbecil e estéril."

Orson Welles

ps: Mesmo sabendo que não vens cá de certeza absoluta, os meus (ou nossos) parabéns, Bruno S.. :))